[RESENHA] Ame o que é Seu, de Emily Giffin

AME_O_QUE_E_SEU_1362712051B (1)Título: Ame o que é Seu

Autor: Emily Griffin

Editora: Novo Conceito

Páginas: 312

3

Ame o que é seu – Ame o que é Seu conta a história de uma mulher que, após um reencontro com alguém do passado, começa a questionar suas escolhas e seus valores.
O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. Até que, em uma tarde comum, Ellen reencontra Leo, aquele que há oitos anos a deixara com o coração partido. Os sentimentos despertados em Ellen a fazem questionar se a vida que tem hoje é mesmo aquela que sonhara há anos.
“Mesmo assim, apesar da minha promessa de tirar o Leo completamente da minha cabeça, eu não consegui me livrar dele por toda a noite, nem mesmo durante o jantar com o resto da família.”
É quase impossível abandonar a leitura ou não se identificar com as vivências e dúvidas de Ellen.

Para animar esse Dia dos Namorados eu queria postar sobre um livro de romance, mas infelizmente é um romance que é triste, pelo menos até o ponto onde li. Vou explicar melhor mais abaixo, mas gostaria de desejar um feliz dia dos namorados para todos que estão namorando ou enrolados (rsrs).

A cada capítulo eu sentia minha raiva pelas ações e pensamentos da protagonista crescia. Quem em sã consciência tentaria ser amiga de um ex quando um dos dois desse antigo relacionamento ainda sente algo pelo outro?

Bom, essa é uma história de uma garota, Ellen, que tentava se convencer de que estava tudo bem em ser amiga do seu ex por quem foi muito apaixonada, Leo. Não consigo entender como ela foi capaz de acreditar que isso não destruiria seu casamento e, consequentemente, sua relação com a melhor amiga que também é irmã do marido de Ellen (e nunca gostou do tal do Leo).

É um livro repleto de reflexões sobre a verdadeira felicidade e o “relacionamento perfeito”, mas o que não gostei foi que o enredo parece querer fazer o leitor acreditar que Ellen deveria voltar para seu ex, que a vida dela seria muito melhor e mais divertida com o ex e isso ofusca o toque do relacionamento perfeito que ela tem com o marido.

A leitura me deixou tão chateada por ela fazer o possível para ver o ex como alguém “bom” pra ela, sendo que ele arruinou a vida dela quando namoravam que acabei por não terminar de ler. Parei na página 232, início do capítulo vinte e sete, talvez algum dia eu retome a leitura, mas não vejo isso acontecer em um momento próximo. Caso eu leia esse livro novamente postarei a resenha atualizada aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s