Resenha | A Verdadeira Bela, de Li Mendi

Oii pessoal! A resenha de hoje é de um livro que recebi em parceria com a autora Li Mendi, podem ler um pouco sobre a autora e suas outras obras se clicar aqui.


Capa - A Verdadeira BelaTítulo: A Verdadeira Bela

Autora: Li Mendi

Editora: Highlands

Páginas: 159

Compre: Diretamente com a autora por R$10, basta dizer que é seguidor do Citando Palavras.

Nicole está prestes a entrar para uma agência de publicidade famosa e lá enfrentará o conflito entre a auto-imagem e a visão distorcida dos seus colegas a seu respeito. A pressão psicológica que acontece com bullying nas redes sociais será vencida por um grande amor, que surge para fortalecê-la e protegê-la de todos os preconceitos.

Fernando é admirado por seu dinheiro e poder, mas, no fundo, luta contra uma secreta baixa auto-estima. Com medo da própria imagem que forma no olhar do outro, ele se critica e se fecha. Até que um dia seu caminho se choca com o de Nicole e os dois aprendem juntos que o amor não é cego. Ele vê com clareza o que nem todos veem: a verdadeira beleza completa do ser amado.

Com muito bom humor, este livro irá tomá-lo do começo ao fim e envolvê-lo em uma estória que fala de um homem tentando entender o seu passado e de uma garota lutando pelo seu futuro. De repente, os dois se veem um de frente para o outro e descobrem a essência de um amor eterno.

IMG_4385

A capa do livro é muito bonita e gostei de conseguir ter uma boa noção da aparência dos protagonistas mesmo antes de iniciar a leitura.

IMG_4389

A diagramação do livro é bem simples. A fonte e o espaçamento são agradáveis, mas a margem é pequena e o fato de não ter muito espaço entre o final de um capítulo e o início do próximo aumentaram minha sensação de que as cenas passam rápido demais.

IMG_4390

As 159 páginas são divididas em 32 capítulos. Os capítulos em geral são curtos. A narração é revezada entre Nicole e Fernando.

sobre a história

Nicole está ansiosa para sua entrevista de emprego. É sua grande chance de conseguir uma vaga na True-B, a empresa que sempre sonhou trabalhar. Sua ansiosidade era tamanha que a fome parecia ter desaparecido completamente, mas para evitar desmaiar na entrevista ela acaba por comprar o almoço no BarraShopping (Rio de Janeiro) em frente ao prédio da sua entrevista.

Mas ao se virar e procurar uma mesa para almoçar ela tropeça e acaba por derrubar seu estrogonofe em Fernando, um homem rico, poderoso e lindo. Logo após o acidente, eles saem para comprar uma nova camisa para ele e então surge o convite mais inesperado de todos: almoço.

“- Por que convidou alguém que estragou sua camisa, te fez gastar dinheiro e provavelmente te atrasou? – perguntei.

– Porque preciso conviver mais com pessoas que estejam no dia mais importante de suas vidas. Parece que todas acordam sempre reclamando do quão são desgraçadas por não terem o que querem, já que nada as satisfazem.”

Nicole acompanha Fernando para um restaurante chique e conversa com ele de forma sincera, contando coisas que não contaria se soubesse que trabalhará ao seu lado. Após o agradável almoço, encaminha-se para sua entrevista. Depois de conversar e descarregar seu nervosismo com o homem lindo de camisa nova, Nicole fica muito mais calma e confiante. Até que percebe que o dono da empresa é o próprio Fernando com quem havia almoçado.

“- Eu estava sendo repreendido por uma estranha nervosa para ser entrevistada por mim e que estragara minha camisa? Que divertida coincidência.”

A surpresa e o desespero de Nicole é tão grande que tenta abandonar sua entrevista, mas Fernando já havia escolhido quem queria e agora era tarde demais.

O emprego não é exatamente o que Nicole esperava, mas passar seus dias descobrindo mais sobre Fernando é um ótimo passatempo. O trabalho e a vida pessoal vão se confundindo ao passo que o sentimento dos dois vai crescendo e tomando conta.

A situação de Fernando é semelhante a de Nicole: está perdido e confuso com os sentimentos que quer mostrar para ela ao mesmo tempo em que sabe que ela pode fugir se descobrir da maneira errada.

“Estranho conflito de desejos: vontade de possuir e brigar, intercalado com uma vontade de cuidar.”

O livro puxa um pouco para o lado do espiritismo quando fala de vidas passadas, assuntos inacabados e “pagar pelos erros”. O romance de outras vidas é a origem de toda a história e a explicação lógica para o encontro de Nicole e Fernando.

minhas impressões

A autora consegue me fazer rir logo nas primeiras páginas e acho isso fantástico! A partir da segunda página do livro a leitura já está fluindo e minha atenção é completamente capturada. O humor é um dos pontos mais fascinantes da história de Fernando e Nicole, a ironia contida em suas palavras iluminaram meus dias.

O estilo “Cinquenta Tons de Cinza” está presente no inicio, mas depois de me acostumar com os personagens parei de encarar o enredo dessa forma. As semelhanças com os livros de E. L. James são puramente por Fernando ser um homem lindo, poderoso e rico; Nicole ser uma mulher em transição para o “mundo real”; uma entrevista ser o motivo do encontro dos protagonistas.

As palavras “vocês, leitores” aparecem várias vezes no livro e dá a entender que os protagonistas estão nos contando sua história. Isso me surpreendeu bastante e no início achei que era um erro de digitação, mas a frequência com que apareceu (principalmente após a metade do livro) me fez entender que era mesmo esse o objetivo.

O que me decepcionou foi que a transição de “proibido” e “amor platônico” para a fase “complicada” onde não sabemos como deveríamos agir (amiga, empregada ou namorada?) de um relacionamento foi muito rápida. Eu esperava mais flertes antes que começassem a agir como um casal. A história como casal também é leve e divertida, é onde eles devem estar de cabeça erguida para encarar as críticas dos invejosos (assim como o bullying que Nicole sofre desde que entrou para a agência).

O livro também tem muitas palavras em inglês, principalmente misturadas nas frases em português, e achei isso um pouco prejudicial à leitura.

Junto com muitas atitudes, as falas e argumentos dos personagens durante a história nos apresentam muitas reflexões sobre a vida e como utilizamos nosso tempo. Acredito que além de promover uma boa história de amor a autora também tenha tido intenção de mostrar aos leitores que a vida pode ser organizado para que passemos mais tempo ao lado das pessoas que são importantes para nós. Nicole mostra bem isso enquanto organiza a agenda do chefe para ele ter mais tempo com os filhos.

Mesmo tendo tantos clichês, o enredo foi interessante e muito divertido de ler. Minha curiosidade sobre como Nicole e Fernando aceitariam um ao outro não diminuiu em nenhum momento. Além disso, as cenas de romantismo, amor e carinho foram muito bem desenvolvidas.

A história é espetacular e tem muitos quotes que queria poder colocar aqui, mas sinto que a maioria deles teria seu papel de spoiler. Termino a resenha desse livro com uma frase dita por Nicole, a minha frase favorita de todo o livro:

“- Eu agradeço aos meus fracassados relacionamentos que me deram parâmetro para valorizar o que existe entre nós.”

nota livro 4

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha | A Verdadeira Bela, de Li Mendi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s